A conta de energia, os porcos e o efeito estufa

Centro Internacional de Energias Renováveis – Biogás Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 85867-900 – Foz do Iguaçu, PR Tel. (45) 3576.7437 www.cibiogas.org

A conta de energia, os porcos e o efeito estufa

Aumento na conta de luz. Expansão na produção de carne bovina, suína e aves no Brasil. Crescimento no consumo de energia. Problemas ambientais e efeito estufa. O que todos esses fatores têm em comum? Muito mais que você imagina. E a partir de hoje, utilizaremos esse espaço para explicar melhor tudo isso. Começaremos então pelas boas notícias. De acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimento e Agricultura), o nosso país desponta em lugares importantes do pódio da produção de proteína animal. Já somos o segundo maior produtor de gado, o terceiro maior produtor de suínos e o quarto maior produtor de aves do mundo. E o primeiro lugar também pode ser nosso. Segundo previsão, até a próxima década, o Brasil será o maior produtor de alimentos do planeta. No mesmo ritmo de aumento da produção no agronegócio, cresce o consumo de energia elétrica e térmica (principalmente a lenha). De acordo com estimativas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o crescimento médio anual da demanda de eletricidade será de 4,5% ao ano até 2021, passando de 472 mil gigawatts-hora (Gwh), para 736 mil Gwh. Isso tudo, em um momento em que a oferta de energia elétrica e térmica não conseguem acompanhar o avanço de todo esse consumo. Dessa forma, empresários do agronegócio são surpreendidos por constantes interrupções no abastecimento de eletricidade e baixa qualidade da energia, além do alto preço cobrado e das tarifas adicionais. Outro fator que cresce com o aumento da produção é a quantidade de dejetos produzidos pelos animais, que hoje representa quase cinco milhões de toneladas por dia, segundo o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), que se não tratados de forma adequada e responsável, podem gerar um grande passivo ambiental.

A equação passa a não mais fechar: sobram entraves e resíduos dessa produção e faltam soluções e energia. Por isso, desponta – com ainda mais força – o biogás. Ele é uma mistura de gases, capaz de gerar eletricidade, energia térmica e biocombustível, por meio da

Made with FlippingBook flipbook maker