13422 - quarta-feira 23 de janeiro de 2019.pdf

2

Dourados, quarta-feira 23.1.2019 O PROGRESSO

Opinião

C

Entulhos tecnológicos Q uantomais a socie- dadesedesenvolve tecnologicamente, maiores são os de- safios a serem en- frentados, princi- palmente na hora EDITORIAL química dos equipamen- tos, considerando que muito desse lixoeletrônicoéextrema- mente tóxico ao ambiente.

INFORME C

CÍCERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

tecnologias de impressão

Registro de conversas derruba acusações de Soraya Em 27 de setembro de 2018, a 10 dias do 1º turno das eleições de 2018, a então candidata do PSL ao Senado, Soraya Thronicke, registrou boletim de ocorrência, na primeira delegacia de Polícia Civil de Campo Grade, sob o registro 264/2018, no qual comunica ter sua integridade física ameaçada de agressão por diversas vezes, pelo então presidente do PSL-MS, Rodolfo Nogueira (de Dourados). Embora a denúncia ser gravíssima, ameaça à sua integridade física, Soraya só compareceu à delegacia para comunicar o fato após 26 dias das supostas ameaças, detacou oMidiamax em dsua capa. Segundo Soraya, a motivação decorreria da reclamação dela à direção nacional de que Rodolfo não teria atendido suas solicitações para providências pela propagação de material de campanha de candidatos ao Senado da chapa do governador Reinaldo Azambuja, com a foto do candidato Jair Bolsonaro. Segundo ela, Rodolfo, no dia primeiro de setembro, teria telefonado para reclamar e feito as ameaças.Ocorre que Soraya, ao longo do mês de setembro de 2018, entre o dia 1º daquele mês, até o dia 27, registro do BO, após ter sido vítima da suposta ameaça de agressão física, manteve relacionamento ‘normal’ com Rodolfo, na condução da campanha. Registros desses diálogos, entregues à Justiça por Rodolfo Nogueira, revelam inúmeras tratativas entre ambos que contradizem as acusações feitas por Soraya na delegacia. CONTRA O RENAN

O NÚMERO

1,5 mil

guntouquanto tempovocêper- de com a televisão ou tablete e celular, enquantopoderia estar jogando um jogo com seus fi- lhosouatémesmoaprendendo com eles uma receita nova de bolo de chocolate? Asolidãonemsempreé ruim. Quando se tem prazer na pró- pria companhia, estar só é óti- mo. Porém, é essencial com- preender, que o convívio como outroédeextrema importância para o nosso bemestar. É o vín- culo do sujeito com o mundo e as pessoas que o circulam que forma o seu caráter. Hoje em Por outro lado, alguns países estão conseguindo. Entre eles, destaca-seaNoruegaconsegue dar umdestino apropriado pa- ra 74% dos equipamentos des- cartados,mesmosendoumdos líderes mundiais na produção relativa desse tipo de resíduo, com 27 quilogramas por habi- tante/ano. Na verdade, o go- verno local começou a imple- mentar regulamentações que obrigaa indústriae importado- res,maioriapor lá, a coletar ba- terias e eletrônicos velhos dos consumidores que não os que- vez porque o relacionamento com o outro exija demasiada atenção, dedicação, interesse, e tudo isso requer tempo, dis- ponibilidade e vontade, é uma decisão pessoal, amar é uma decisão. O que será que vem ocorren- docomnossas criançase jovens que não se entusiasmammais com as suas atividades diárias? Alunoscomproblemasemocio- nais, isolamento, aumento do índice de depressão, suicídios. Crianças estressadas, cheias dente de hoje, onde o uso de aparelhos eletrônicos está au- mentando a cada segundo. dia está cada vez mais difícil mant e r uma amizade ou um relacionamen- to, porque? Tal- quepraticamentenãodeixa re- síduos de tinta nos cartuchos vazios. Entretanto, as baixas taxas de reciclagempodemter impactos econômicos negativos. No ano passado, foi estimadoqueo lixo eletrônico continha depósitos de ouro, prata, cobre, paládio e outros materiais recuperáveis, cujovalor total eraestimadoem 55bilhõesdedólares.Naavalia- ção dos especialistas, a prote- çãodomeioambienteéumdos três pilares do desenvolvimen- tosustentável. Enessecontexto está a gestão do lixo eletrônico, que é conside- radaumaques- tão urgente no mundo digital- mente depen-

Umexemploevidentedope- rigo do descarte inadequado são os cartuchos e toners de impressoras.Apesardeaparen- temente inofensivos, os toners de tinta contêmumpó que, ao entrar em contato com fogo, libera gás metano, que não só potencializa o efeito estufa e causa problemas respiratórios em humanos, como também é inflamável e pode causar ex- plosões. Além disso, a queima

decompromissos, jovensestres- sadosvivendoumensinomédio que sóse falaemvestibular, sem tempopara respirar, pois, como o desempenho dos estudantes conta para que as instituições deensino tenhamumaboanota na avaliação doMEC, os alunos sofrem pressão para dominar uma enorme quantidade de conteúdos, como se seus dias tivessem pouquíssimas horas, tantas são as demandas esco- lares que recebem. Pressão da sociedade, da família, da escola, dasmídias, apressãovemde to- dosos lados, alguns aguentamo tranco, outros não.Mesmopara os que aguentam, não sabemos aocertoos custos dessa jornada no futuro deles. Precisamos pensar o que real- mente é importante, podemos levar mais em consideração o “estar presente”, o convívio com nossos filhos, podemos em fa- mília “acolher” mais e melhor nossas crianças e jovens, entu- siasmá-losparaa vidae seus afa- zeres, ouvi-los comatençãoe re- al interessee, sempreque se fizer necessário, encaminhá-los para um atendimento especializado antes que a situação se agrave. Onãoaproveitamentodo lixo do ponto de visto econômico também requer uma análise. Na realidade, nos países em desenvolvimento, a coleta e a reciclagem de resíduos sólidos emprega mais de 64 milhões depessoas, aponta oPrograma dasNaçõesUnidas paraoMeio Ambiente. Entretanto, sobaóti- ca da sustentabilidade, o lixo eletrônico ainda é visto como um recente risco ao meio am- biente.Maisdoqueproblemas, poder público e sociedade pre- cisam enxergar soluções que impulsionem o desenvolvi- mento, com alternativas volta- das para a geração de riqueza e não de doenças. toneladas de lixo eletrônico são jogadas fora anualmente no Brasil. Com isso o País é o líder na América Latina remmais, semcustos. Para isso, as companhias firmam parce- rias comempresas especializa- das, que são minuciosamente reguladas e inspecionadas pe- lo órgão ambiental norueguês. Junto com os municípios, são os responsáveis por instalar pontos de coletas, comunicar àpopulação, cuidardoarmaze- namento, e encaminhar para a reciclagem.

de descartar os equipamentos que rapidamente se tornam obsoletos. Com1,5mil tonela- das de lixo eletrônico jogadas foraanualmente, oBrasil éosé- timo maior produtor do mun- do e lidera entre os países da AméricaLatina.Olevantamen- to tambémmostra que apenas 3%é coletado demaneira ade- quada, o que é preocupante, uma vez que, devido à compo- siçãoquímica, suprimentos de informáticacomoos cartuchos podem prejudicar o meio am- biente caso sejamdescartados em lixo comum.Na verdade, o tempo médio de existência de umsmartphone, por exemplo, é de 18meses. Conformeumnovoaparelho chegaàs lojas, outros tantossão aposentadose, assim, oqueera umartigo quase fundamental, vira um problema. O mesmo acontece com computadores, televisões, videogames e câ- meras fotográficas. No final da contas, o resultado acaba ge- rando números assustadores, considerandoque sobram44,7 milhões de toneladas de lixo eletrônico todo ano, o equi- valente a 4,5 mil torres Eiffel. Maisdoqueas estatísticas alar- mantes, o que também causa preocupação é a composição

desse produto pode liberar metais e, con- sequentemen- te, produzir gás metano, que pode provocar

O tempo médio de existência de um smartphone é de apenas 18 meses

tamos vivendo por viver, aco- modados no dia a dia e dei- xando a vida nos levar? Venho observando que muitos dos problemas sociaisquevivencia- mos hoje, temorigememema- ranhamentosnosnúcleos fami- liares. Conheço pais que, para garantir que nada de material falte aos filhos, trabalham ho- ras e horas longe dos mesmos, nãopodendoestar presenteem momentos importantes da vi- da dos pequenos. Emnome do desejo de dar tudo às crianças, eles as privam do que mais ne- cessitam. O que é mais impor- vai poder correr o risco de sujar e estragar ou levá-lo ao parque para jogar bola ou fazer um pi- quenique? Emvez de buscar a felicidade nas coisas simples da vida, bus- camos fazendo compras. Você tem entusiasmo para desligar a televisão e ir visitar uma ami- ga?Hojeaspessoasnãosevêem mais, não temos mais tempo paraaconvivência, emuitas ve- zes não convivemos nemmes- mo comas pessoas quemoram dentro da nossa casa. Já se per- parada cardíaca e asfixia. Além disso, a tintaque sobranos car- tuchos de impressoras conta- mina o solo e o lençol freático, tornandoa terraestéril eaágua imprópria para o consumo. Diante do perigo constante queumprodutodesse tipopo- de causar à sociedade, diversas empresas estão revendo seus conceitos e procurado ado- tar modelos mais de negócios mais sustentáveis. Alguns fa- bricantes de impressoras estão desenvolvendo projetos onde 20% da matéria prima provêm da reutilização de toners e car- tuchos usados, enquanto ou- tras têm investido em novas tante para um filho? Sair com ele para o sho- pping comprar uma roupa ca- ra, que ele não

pelas quais eu decidi deixar meu cargo de juiz e ir para o governo”, DğUPRXRPLQLVWURGD-XVWLÍDH6H- gurança Pública, SérgioMoro. DEVOLUÇÃO OpresidentedaAssembleiaLegis- lativa, Junior Mochi (MDB) devol- veu ontem ao governo do Estado R$ 11milhões comosobrasdoduo- décimo recebido pelo Legislativo. SegundooPortaldaTransparência daAL,entrejaneiroenovembrode 2018, aAssembleia recebeuR$ 243 milhões em repasses do governo do estado, com parte do duodéci- mo. Os recursos devolvidos serão aplicados, conformeogoverno na ÀUHDGDVDĎGHEHQHğFLDQGRFRP repasses instituições como Santa Casa de Campo Grande, Hospital da Vida (Dourados), Hospital Re- gional daGrandeDourados e hos- pitais regionais de Coxim, Naviraí eNova Andradina. MACONHEIRO Acusado de encomendar maco- nha, via telefone, de dentro do Fórum de Água Clara o vereador Gustavo Gimenes Guiraldelli (PS- '% IRLDIDVWDGRGRFDUJRGH2ğFLDO de Justiça, nasegunda-feira. Além doafastamentoválidopor30dias, a Justiça determinou a abertura de procedimento administrativo GLVFLSOLQDUHQRWLğFDÍÂRDR0LQLV- tério Público.

AsenadoraSimoneTebet,líder do MDB no Senado, foi a Bra- sília para comunicar ao presi- dentedopartido,RomeroJucá, que disputará a indicação do partido à presidência da Casa comRenanCalheiros.Elamar- cou reuniãodabancadaparao próximo dia 29, quando os 12 senadores decidem quem re- presentará oMDB na disputa. “Coloco minha candidatura em defesa da independência e da autonomia do Senado, que será a ponte de travessia para todasas saídas econômi- cas, sociais, regionais e polí- ticas para o País. Além disso, devemos absorver o recado das urnas, que clamou por renovação na política e, con- sequentemente, no Senado”, disse. Simone que se reuniria com Renanontempelamanhã e partir daí pretende costurar alianças e pedir votos aos se- nadores. CORRUPÇÃO “Nós precisamos de reformas gerais para reduzir o incentivo e as oportunidades de cor- rupção. Nós precisamos de liderança do governo federal contra a corrupção e nós não vimosissonosdoisúltimosgo- vernos. Esta é uma das razões

Onde está o entusiasmo?

'(1,6(&$5$025, '(628=$

*Psicopedagoga e terapeuta

C om relação a etimo- logia da palavra, en- tusiasmo deriva do grego “enthousas- mos”, que significa - Deus dentro de si. Definido como um estado de interesse, uma dedicação ardente, uma paixão,umarrebatamento,uma explosão de alegria. Onde es- tá o nosso entusiasmo? Onde está o entusiasmo das nossas crianças e dos nossos jovens? O quenanossavidanosdáalegria em realizar e o que realizamos com paixão? Será que estamos buscando a alegria de viver nos lugares errados? Estou fazendo um curso que temme questio- nadomuito em relação ao sen- tir e ao conviver, partilho então com vocês, meus leitores, al- guns destes questionamentos, eos convidoa refletir à respeito. Estamos dando atenção ao que realmente importa? Ou es-

Você tem entusiasmo para desligar a televisão e ir visitar uma amiga?

BATE REBATE

A Prefeitura de Bonito está namira doMinistério Público. A acusação é de que 25%dos recursos cobrados de turistas por visita aos pontos turísticos domunicípio deveriam ser repassados ao Imasul, mas segundo oMPE só 20%vão para a conta do órgão ambiental do Estado. José Luiz Datena se pronunciou na segunda-feira durante o programa ‘Brasil Urgente’, da Band sobre as acusações de assédio feitas contra ele. Na fala, ele disse estar “triste” e que a acusação está “embutida de calúnia”. Datena foi acusado de assédio pela repórter Bruna Drews, que fez uma denúncia noMinistério Público em2018. Só no ano passado, 517 casos de pessoas picadas por escorpiões foram registrados emCampo Grande. Os dados são da Secretaria de Saúde Municipal de Saúde e referem-se ao período entre janeiro e novembro.

GHQLFDUDPRUL#KRWPDLOFRP

Você é a favor da redução de maioridade penal de 18 para 16 anos? Pergunta da enquete doMS1. O resultado: Sim,92,38%; Não, 7,62%.

O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAÇÃO EMTODO O INTERIOR EXPEDIENTE

INFORME CURURU

Não quero nem saber Quemmolhou, eu Quero é passar o rodo.

Este jornal expressa sua opinião pelo Editorial. As demais opiniões são de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSO” Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nº 812285964

DIA-A-DIA/CIDADES Maria Lucia Tolouei marialucia@progresso.com.br cidades@progresso.com.br ESPORTE Marcos Morandi esporte@progresso.com.br CADERNO B/DMAIS Hakeito Almeida hakeito@progresso.com.br

POLÍCIA Marli Lange policia@progresso.com.br COLUNA SOCIAL ANÚNCIOS Simone Capilé comercial@progresso.com.br CLASSIFICADOS Gleison Costa classificado@progresso.com.br

Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES Editor-chefe VANDER VERÃO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

(',725$-251$/2352*5(662/7'$ CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gráfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2627/2609 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2610/2601 Serviço de Atendimento ao Assinante (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 6,7( www.progresso.com.br  (0$,/ progresso@progresso.com.br

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE $66,1$785$6

ANUAL ...................................................................R$ 240,00 SEMESTRAL ............................................................R$ 150,00 TRIMESTRAL ..........................................................R$ 100,00 BIMESTRAL ............................................................R$ 70,00 MENSAL .................................................................R$ 45,00 NÚMEROS ATRASADOS DO ANO.............................................................. R$ 2,00 DO ANO ANTERIOR............................................... R$ 3,00 VENDA AVULSA DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE ............ R$ 2,00

@oprogressodigital

@OPROGRESSODIGITAL

(67(-251$/ž),/,$'2³

Pensamento e ação por uma vida melhor

Made with FlippingBook - Online magazine maker