Jornal Amarelo

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

PORTO ALEGRE, 30DE AGOSTO DE 2018 | ANO 1 | EDIÇÃO Nº 1

porQue Vacinar contrao sarampo? SEGURANÇA

SAIBAMAIS

OQUEÉO SARAMPO? QUAISOS SINTOMAS? O sarampo é uma doença causada por um vírus. Os sintomas começam com febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular e corrimento no nariz. O vírus também pode atingir as vias respiratórias, causar diarréias, pneumonia, convulsões e até infecções no encéfalo e nos ouvidos. No limite, a doença pode provocar IDENTIFICAROSARAMPO? O teste para verificar a presença do vírus é feito por meio da identificação de anticorpos específicos contra o micro-organismo. No entanto, só é possível fazer o exame, na fase aguda da doença, contando dos primeiros dias até quatro semanas após o surgimento das alterações na pele. Manchas vermelhas no corpo é uma característica conhecida da doença. TEMTRATAMENTO? Segundo o Ministério da Saúde, não há tratamento específico para o sarampo. É recomendável a administração de vitamina A para reduzir casos fatais. Já nos casos menos graves, é recomendável manter a hidratação, uma boa alimentação e controlar a febre. QUEMPODETOMARA VACINA? Pessoas de todas as idades. O Ministério da Saúde, no entanto, disponibiliza duas doses para os indivíduos entre 12 meses e 29 anos. Na rede pública, também é possível a vacinação gratuita até os 49 anos (nesse caso, uma dose é administrada). Indivíduos acima de 50 anos provavelmente já pegaram a doença e estariam imunizados pelas altas taxas de vacinação nas pessoas mais jovens. Mas nada impede que procurem a vacina individualmente. QUEMNÃOPODE? Pessoas com casos suspeitos de sarampo, gestantes, crianças menores de seis meses e pessoas imunocomprometidas (com doenças que abalam fortemente o sistema imune). AVISO MESMOCONHECENDOAS INFORMAÇÕESACIMA,CONSULTEO MÉDICOOUVÁAOPOSTODESAÚDE. lesão cerebral e morte. TEMTESTEPARA

S

DIVULGAÇÃO É tão simples e salva vidas

egundo o Ministério da Saúde, o país enfrenta dois surtos de sarampo, em Roraima e Amazonas. Até o inicio de agosto já havia 742 casos no Amazonas, 4.470 permanecem em investigação. Foi confirmado em Roraima 280 casos da doença e 106 continuam em avaliação. Além disso, algumas ocorrências isoladas foram identificadas em outros estados, um, em São Paulo e Rondônia, dois no Pará, 13 no Rio Grande do Sul e 14 no Rio de Janeiro. Assistimos em 2018 ao retorno do sarampo, infecção que já foi considerada "doença comum na infância" décadas antes de ser eliminada do Brasil em meados dos anos 1990. Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da

ofertada gratuitamente por meio da vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e da tetra viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). Ambas fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação e estão disponíveis ao longo de todo o ano nos postos de saúdes. Está sendo intensificado a vacinação entre crianças, público mais propenso à doença. A indicação é que elas recebam uma dose da tríplice viral aos 12 meses e uma da tetra viral aos 15 meses. Crianças entre cinco a nove anos que não foram vacinadas anteriormente devem receber duas doses da tríplice viral, com intervalo de 30 dias entre elas. Adultos não vacinados estão sendo atendidos prioritariamente em locais onde

Saúde o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo, e atualmente empreende esforços para manter o certificado, interromper a transmissão dos surtos e impedir que se estabeleça a transmissão sustentada. Para ser considerada transmissão sustentada, seria preciso a ocorrência do mesmo surto por mais de 12 meses. OMinistério da Saúde acredita aumento das taxas de vacinação é importantíssimo para garantir o controle da doença. ESQUEMA VACINAL A dose contra o sarampo é que vá conseguir controlar os surtos, mas ressalta que o

há surto da doença, como Roraima e Manaus. Pessoas com o esquema vacinal já completo não precisam se vacinar novamente. CAMPANHA No dia 6 de agosto, começou a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e Sarampo, que vai até o dia 31. No total, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas. O dia D de mobilização nacional foi realizado no dia 18 de agosto. Contando com mais de 36 mil postos abertos no país e teve como meta vacinar 95% das crianças. _________________________ Compilação de dados do Ministério da Saúde

LINHA DIRETA CONHEÇA O SSS POR CLÁUDIA LIRA

SEUS DIREITOS REFORMA DA PREVIDÊNCIA: UMMAL NECESSÁRIO POR DR. AIRTONROQUE

FALA DOUTORA ORTODONTIA POR PAOLA PEROTTI

PÁG. 4

PÁG.04

PÁG.03

Made with FlippingBook flipbook maker